Qual candidato lidera as pesquisas para governados de Minas Gerais 2022?

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado hoje aponta vitória do governador Romeu Zema (Novo) no primeiro turno, ou seja o favorito em MG, na disputa pelo governo de Minas Gerais, com 46,8% das intenções de voto na pesquisa estimulada —quando o entrevistado recebe uma lista com os nomes de pré-candidatos. No cenário com mais nomes testados, o percentual alcançado pelo atual chefe do Executivo estadual é maior do que a soma de todos os seus adversários, que foi de 35%.

O ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) aparece em segundo lugar, com 26,8%.

RELACIONADAS

Viana defende polícia forte e culpa Zema por ato por reajuste salarial

Greve de policiais foi motivada por ‘demagogia barata’ de Zema, diz Kalil

Genial/Quaest em MG: Zema lidera com 41%; Kalil tem 30%; e Viana, 9%
Na sequência, vêm o senador Carlos Viana (PL), com 5,4%; o deputado federal Marcus Pestana (PSDB), com 1,7%, e Renata Regina (PCB), com 0,6%. Como a margem de erro é de 2,4 pontos percentuais para mais ou para menos, esses três pré-candidatos estão tecnicamente empatados.

Miguel Corrêa (PT) tem 0,3%, e Lorene Figueiredo (PSOL), 0,2%. Na margem de erro, empatam com Pestana e Renata, mas não com Viana. 7,3% dos entrevistados não sabem ou não responderam, enquanto a soma dos que não escolheram nenhum, votariam branco ou nulo foi de 10,9%.

A pesquisa de hoje não é comparável com a edição anterior feita pelo instituto, em novembro do ano passado, já que houve mudança na metodologia e nos pré-candidatos apresentados aos entrevistados.

O levantamento foi contratado pelo próprio Paraná Pesquisas, que ouviu 1.680 eleitores com 16 anos ou mais em 78 cidades de Minas Gerais entre os dias 8 e 13 de maio. As entrevistas foram feitas pessoalmente. O índice de confiança do levantamento é de 95%. O registro junto TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é MG – 04957/2022.

Primeiro turno
Cenário 1

Romeu Zema (Novo): 46,8%
Alexandre Kalil (PSD): 26,8%
Jornalista Carlos Viana (PL): 5,4%
Marcus Pestana (PSDB): 1,7%
Renata Regina (PCB): 0,6%
Miguel Corrêa (PT): 0,3%
Lorene Figueiredo (PSOL): 0,2%
Não sabe/não respondeu: 7,3%
Nenhum/branco/nulo: 10,9%
Cenário 2:

Romeu Zema (Novo): 47,7%
Alexandre Kalil (PSD): 27,3%
Jornalista Carlos Viana (PL): 5,4%
Renata Regina (PCB): 0,6%
Miguel Corrêa (PT): 0,3%
Lorene Figueiredo (PSOL): 0,2%
Não sabe/não respondeu: 7,5%
Nenhum/branco/nulo: 11%
Cenário 3:

Romeu Zema (Novo): 48,5%
Alexandre Kalil (PSD): 27,5%
Jornalista Carlos Viana (PL): 5,5%
Não sabe/não respondeu: 7,4%
Nenhum/branco/nulo: 11,2%
Pesquisa espontânea
Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados não recebem uma lista prévia de pré-candidatos, Zema fica com 16,9%. Kalil registra 8,3%.

Veja o resultado a seguir:

Romeu Zema (Novo): 16,9%
Alexandre Kalil (PSD): 8,3%
Aécio Neves (PSDB): 0,7%
Jornalista Carlos Viana (PL): 0,5%
Marcus Pestana (PSDB): 0,1%
Outros nomes citados: 0,9%
Não sabe/não respondeu: 65,4%%
Nenhum/branco/nulo: 7,3%
Simulações para o Senado
O levantamento também fez duas simulações da disputa pelo Senado em Minas Gerais. No cenário com mais nomes, o deputado federal Aécio Neves (PSDB) aparece com 20,8% das intenções de voto.

O parlamentar é seguido pelo também deputado Reginaldo Lopes (PT), com 8,3%; pelo senador Alexandre Silveira (PSD), com 6,3%; pela vereadora Duda Salabert (PDT), com 5,3%, e pelo ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio (PL), com 3,9%. Como a margem de erro é de 2,4 pontos percentuais para mais ou para menos, eles ficariam tecnicamente empatados.

O deputado federal Marcelo Aro (PP) registrou 2,1%, empatando com Silveira, Salabert e Álvaro Antônio.

Veja a seguir o resultado das sondagens:
Cenário 1:

Aécio Neves (PSDB): 20,8%
Reginaldo Lopes (PT): 8,3%
Alexandre Silveira (PSD): 6,3%
Duda Salabert (PDT): 5,3%
Marcelo Álvaro Antônio (PL): 3,9%
Marcelo Aro (PP): 2,1%
Não sabe/não respondeu: 20,2%
Nenhum/branco/nulo: 33,1%
Cenário 2:

Reginaldo Lopes (PT): 9,2%
Alexandre Silveira (PSD): 8,1%
Marcelo Álvaro Antônio (PL): 5,6%
Marcelo Aro (PP): 4,9%
Não sabe/não respondeu: 27,7%
Nenhum/branco/nulo: 44,5%
O Paraná Pesquisas é uma empresa de Curitiba, fundada em 1990. Realizou seu primeiro levantamento sobre intenções de voto para presidente em 2013 e, desde então, divulga pesquisas eleitorais pagas com recursos próprios ou de financiadores diversos. Na eleição de 2018, o instituto fez pesquisas com entrevistas presenciais de eleitores em suas casas financiadas pela empresa de consultoria de investimentos Empiricus e pela Fundação Presidente Jânio Quadros, ligada ao PRTB.

Atualmente, o Paraná Pesquisas também realiza levantamentos por telefone, com operadores treinados conversando com eleitores. O instituto informou ao UOL que realiza pesquisas usando diferentes métodos, a depender do que foi acordado com o financiador do levantamento.

O primeiro turno da eleição para o governo de Minas Gerais está marcado para 2 de outubro, mas as negociações por alianças e o lançamento de pré-candidaturas se intensificaram nos últimos meses.

A Justiça Eleitoral determina que o período para os partidos realizarem convenções e decidirem seus candidatos começa em 20 de julho. O pedido de registro da candidatura deve ser feito até 15 de agosto.

Confira a lista de quem, até aqui, é pré-candidato (em ordem alfabética):

Alexandre Kalil (PSD)
2 de 10 Alexandre Kalil (PSD) — Foto: TV Globo
Alexandre Kalil (PSD) — Foto: TV Globo

Alexandre Kalil (PSD) disputa o governo de Minas Gerais pela primeira vez. Ele foi eleito prefeito de Belo Horizonte em 2016. Ele obteve 52,98% dos votos e derrotou o candidato João Leite no segundo turno. Em 2020, Kalil foi reeleito no primeiro turno, com 63,36% dos votos.

Kalil se retirou da prefeitura em março. Ele conquistou o apoio do ex-presidente Lula na corrida pela Cidade Administrativa.

Carlos Viana (PL)
3 de 10 Carlos Viana (PL) — Foto: Divulgação/Site Oficial
Carlos Viana (PL) — Foto: Divulgação/Site Oficial

O senador Carlos Viana (PL) também disputa o governo do estado pela primeira vez. Ele foi eleito pelo PHS em 2018 e exerce seu primeiro mandato no Senado. Ele é jornalista e tem 59 anos.

Ele aproveitou a janela partidária deste ano para se filiar ao partido do presidente Jair Bolsonaro, em busca de apoio nas eleições de Minas Gerais.

Lorene Figueiredo (Psol)
4 de 10 Lorene Figueiredo (Psol) — Foto: Divulgação
Lorene Figueiredo (Psol) — Foto: Divulgação

A professora Lorene Figueiredo é pré-candidata ao governo de Minas Gerais pelo Psol. Ela é presidente municipal do partido em Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Formada em história, possui especialização nas áreas de Educação e Políticas Públicas. Trabalha como professora desde 1985 e, atualmente, lecionada na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Marcus Pestana (PSDB)
5 de 10 Marcus Pestana (PSDB) — Foto: Alexandre Fonseca/G1
Marcus Pestana (PSDB) — Foto: Alexandre Fonseca/G1

O economista, ex-deputado federal e ex-presidente do PSDB de Minas Gerais Marcus Pestana disputa o governo do estado pelo partido tucano.

Ele também foi coordenador da comissão de prévias do PSDB. Pestana anunciou sua pré-candidatura no início do mês de maio.

Miguel Correa (PDT)
6 de 10 Miguel Correa (PDT) — Foto: Divulgação
Miguel Correa (PDT) — Foto: Divulgação

O ex-deputado federal Miguel Correa disputa o governo de Minas Gerais pelo PDT. Ele fez sua carreira política no PT, mas mudou de partido para entrar na corrida pela Cidade Administrativa.

Ele chegou a ser secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior no governo de Fernando Pimentel (PT).

Renata Regina (PCB)
7 de 10 Renata Regina (PCB) — Foto: Divulgação
Renata Regina (PCB) — Foto: Divulgação

Renata Regina é pré-candidata ao governo do estado pelo PCB. Ela é fotógrafa, jornalista e doula.

Renata Regina também é militante feminista e disputa o cargo pela primeira vez.

Romeu Zema (Novo)
8 de 10 Romeu Zema (Novo) — Foto: Reprodução/TV Globo
Romeu Zema (Novo) — Foto: Reprodução/TV Globo

O atual governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), é pré-candidato à reeleição. O empresário disputou o pleito pela primeira vem em 2018 quando venceu com 71,80% dos votos válidos.

Romeu Zema nasceu em Araxá, no Triângulo Mineiro, tem 54 anos, é divorciado e pai de dois filhos. Ele é empresário e formado em Administração de Empresas. Começou a trabalhar aos 11 anos. Foi cobrador, frentista, balconista, estoquista, caixa, comprador, vendedor, analista de marketing, analista comercial e gerente.

Saraiva Felipe (PSB)
9 de 10 Saraiva Felipe e o presidente do partido, Vilson Fetaemg — Foto: Divulgação
Saraiva Felipe e o presidente do partido, Vilson Fetaemg — Foto: Divulgação

Saraiva Felipe nasceu em 1952, em Belo Horizonte, e se formou em medicina na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde deu aulas por 41 anos.

Sua vida política começou em 1983, quando assumiu a Secretaria Municipal de Saúde e Ação Social de Montes Claros e a secretaria do Centro Brasileiro de Estudos em Saúde. Foi deputado federal entre 1995 e 2019. Também foi Ministro da Saúde entre 2005 e 2006, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vanessa Portugal (PSTU)
10 de 10 Vanessa Portugal (PSTU) — Foto: Divulgação
Vanessa Portugal (PSTU) — Foto: Divulgação

Vanessa Portugal é pré-candidata ao governo do estado pelo PSTU. Ela é professora, militante e sindicalista.

Já disputou eleições para vários cargos no executivo e também no legislativo. Nas últimas eleições, Vanessa foi candidata ao Senado.

fonte:

https://www.uol.com.br/eleicoes/2022/05/16/parana-pesquisas-governo-minas-gerais-maio.htm

https://www.gazetamineira.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.